Hospedagem em flats em sp: Quem se hospeda ou mora em flats pode receber visitas?

Para quem pensa em se hospedar ou morar em um flat, saber se ele permite ou não a entrada de visitantes é uma questão importante, independentemente de quem seja esse visitante – os pais, parentes, amigos ou conhecidos. Mas será que todos permitem essa entrada? Como funciona a Hospedagem em flats em sp?

Para esclarecer essas dúvidas, é importante fazermos uma primeira distinção: estamos nos referindo aos flats do segmento hoteleiro (os chamados “condo-hotéis”) ou a flats residenciais (também conhecidos como “residenciais com serviços”)?

IMG 12

Definir o tipo de flat sobre o qual estamos falando é importante, pois os flats do segmento hoteleiro seguem a lógica do mercado hoteleiro, e os residenciais com serviços seguem a lógica do mercado residencial.

Assim, podemos comparar a locação/aquisição de um apartamento num residencial com serviço à locação/aquisição de um apartamento comum, onde não há dúvida de que o locatário/proprietário pode receber a visita que quiser, no horário em que desejar, já que se encontra num espaço de sua total privacidade. Porém, mesmo em um apartamento comum, o morador precisa ter o cuidado de respeitar certos horários, de não promover ações que perturbem a tranquilidade e a segurança dos seus vizinhos, de não utilizar a sua residência para fins comerciais, de não prejudicar a ordem e o bem-estar da coletividade, etc. Todos esses cuidados se aplicam ao morador de um residencial com serviços.

Quando a dúvida é sobre a permissão ou não para receber visitas num flat do segmento hoteleiro, a regra em relação ao acesso de visitantes pode variar de acordo com cada bandeira hoteleira.

A maioria dos flats permite terceiros no quarto até as 22 horas. Depois desse prazo, geralmente ocorrem duas situações:

• para a hospedagem de curta permanência ou de longa permanência diretamente com a administradora do prédio (pagamento feito por diárias), é possível que a administração possa cobrar uma taxa adicional para o pernoite referente ao visitante que está no apartamento do hóspede;

• para a hospedagem de longa permanência por meio de contrato de hospedagem (de 1 a 12 meses) realizado com imobiliária, como é o caso da Olivver, não é cobrada taxa pela presença do visitante.

Shirley Sorvilo, especialista em todo o processo de negociação de flats há mais de vinte anos e proprietária da Olivver, orienta que, na contratação com a imobiliária, o hóspede pode levar 1 ou 2 amigos para passar o final de semana no seu apartamento, mas o que tem de prevalecer é o bom senso. “Não podemos alugar uma unidade de 1 dormitório para mais de 2 pessoas e 1 criança, nem uma unidade de 2 dormitórios para 8 pessoas”, acrescenta. “Por isso mesmo é que o papel da Olivver é primordial para esclarecer os clientes no momento da locação. Temos muita procura de quem quer alugar um flat para fins comerciais, e explicamos que, pelas características residenciais desse tipo de prédio, isto é proibido”, conclui.

Este artigo tem 1 comentário

  1. Olá, gostaria de saber qual seria o valor mínimo para esse tipo de investimento e quais são as cidades que vcs investem. Um abraço!

    Enviei sndra 09/03/16

Deixar uma resposta